Em destaque: "Madre Paula - Mulher de Deus, Amante do Rei" de Patricia Müller

Para o mundo ela era apenas uma freira. Mas para El Rei ela era uma rainha.

Sinopse:
Lisboa, início do século XVIII da Graça de El Rei D. João V. Paula, a filha pobre de um ourives, deixa a azáfama das ruas de Lisboa para ingressar no Mosteiro de São Dinis, em Odivelas. Não é Deus quem a chama, mas sim a necessidade de um pai que já não a pode sustentar. Quis o destino, porém, que aquela rapariga de pé descalço se viesse a tornar na mais conhecida freira da nossa história. E numa das mulheres mais poderosas de um reino que vivia no extravagante esplendor pago com os escravos de África, com o ouro do Brasil… 

Madre Paula é a história desse amor proibido, entre o Rei-Sol português, D. João V, e a famigerada freira de Odivelas. Um amor intenso, maior que tudo, que levou o rei a ignorar o bom senso e a tomar a freira como amante, confidente e conselheira.
D. João V sempre teve uma predileção por mulheres bonitas, mas Paula foi o seu grande amor. Permaneceram juntos, secretamente, mais de uma década, e chegaram a ter um filho. A história entre um dos homens mais poderosos do mundo e a plebeia que a Deus traiu inscreve-se na categoria de mito, mas é bem real, nas páginas do romance de estreia de Patrícia Müller. Juntos enfrentaram intrigas palacianas, a ameaça do castigo divino, o ciúme e os jogos de poder. E a quase tudo resistiram – pois durante uma década, para D. João V, Madre Paula foi a sua única e verdadeira rainha.


Sobre a autora:
Patrícia Müller nasceu em Lisboa, em 1978. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade Nova. Passou pelo jornalismo, na imprensa escrita e na televisão e depois encontrou a ficção. Escreveu novelas, filmes, séries e telefilmes. Madre Paula é o seu primeiro romance. Descobriu a relação entre João V e a freira de Odivelas num livro antigo e apaixonou-se pelo facto de ter sido um amor vivo, intenso. De todas as mulheres que o rei amou - e foram muitas -, Paula foi a única que perdurou no tempo e na vontade. A improbabilidade desta ligação, que desafiou convenções sociais e políticas, fez com que se transformasse numa das mais belas histórias de amor da História de Portugal.

0 comentários:

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Sveva Casati Modignani

Paulo Coelho está de volta!

Jojo Moyes - novo livro!

A não perder...

Novo livro

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2016 Blogger Template (Adapted by Fernanda)