"A Melodia do Amor" de Lesley Pearse

Quem diria que 515 páginas desapareceriam debaixo dos meus olhos com tanta rapidez?
É assim quando um livro é bom e nos faz viajar à velocidade da luz. :)
Na verdade, os livros de Lesley Pearse têm sido todos assim. Quase que dou por mim a compará-la à Colleen McCullough, pois as suas histórias são autênticas sagas centradas numa personagem ou numa família (no caso de Lesley sempre à volta de uma personagem feminina), que atravessam oceanos e continentes, levando-nos a conhecer outras épocas e outros tempos que foram tão importantes para a humanidade conforme a conhecemos.
E este livro é mesmo de tirar o fôlego!
Começamos em Inglaterra nos finais do século XIX e emigramos para a terra da oportunidade, entrando junto com milhares de emigrantes através do porto de Nova Iorque onde nos saúda impertubável a Estátua da Liberdade:


«Venham a mim os teus cansados, os teus pobres, Tuas multidões desnorteadas, ansiando por respirar em liberdade, Os rejeitas que se aplicam nos litorais sem esperança, Manda-me os desabrigados, Os escorraçados pela tempestade: Suspendo minha tocha sobre o portal de ouro.»


Ficamos a conhecer a vida desses emigrantes na cidade de Nova Iorque e ficamos a conhecer as tristes e deprimentes condições em que alguns tentam sobreviver até que a sorte lhes bata à porta.

Passado pouco tempo viajamos até Filadélfia e finalmente nos dirigimos a Montreal, para mais tarde rumar ao Youkon no Canadá, juntando-nos a todos os que sonham com a corrida ao ouro do Klondike. É aí que se passa a maior parte da acção, pelo que foi fabuloso perceber como certas cidades surgiram, como era dura a vida naqueles tempos, e o quanto era necessário ser corajoso e ao mesmo tempo ter sorte para que se pudesse vingar na vida.

A nossa protagonista principal é, sem dúvida, a cereja no topo do bolo. Uma jovem inglesa que descobre que a sua paixão pela música lhe consegue angariar mais do que sustento. À medida que as suas aventuras se vão desfiando livro a fora, vamos sendo conquistados pelo coração da bela Beth e pela capacidade que ela tinha de aliviar o fardo e as tristezas de quem a ouvia tocar.

Um livro magnífico que vos incito a ler, pois tenho a certeza absoluta que não se vão arrepender!

Para mais informações podem espreitar aqui ou visitar o site da ASA.

3 comentários:

Anónimo disse...

Olá Fernanda,

É a primeira vez que visito o seu blog e estou a gostar bastante.
Também adoro ler, apesar de não ter muito tempo, mas neste momento estou nas ultimas 100 páginas do livro a melodia do amor.
Sem duvida um livro fastastico que nos faz ficar a ler sem parar.

Obrigada por partilhar conosco a sua opinião sobre os livros.

Cumprimentos,
Cíntia Costa

Maria Cunha disse...

É a minha escritora preferida :) ela é magnífica sem dúvida, estou a acabar agora "A Melodia do Amor", mas tal como os outros, está a ser lido num instante :) é incrível como ela consegue-me pôr a sentir realmente aquilo que escreve e a dor de quem fala. É difícil para mim escolher "o meu livro preferido", são sem dúvida TODOS da Lesley :) estou a acabar este mas já desejando que saia o próximo, são os melhores livros que alguma vez li :)

Guerreiro on 16/4/12 disse...

O teu tiro opinitivo está muito bom, juntamente com as fotos, pelo que foste caçada para o meu blog.
Boas leituras!

Mais um livro excecional!

A não perder!

Para os que gostam de thrillers...

Novo livro de Lesley Pearse!!

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

Uma história maravilhosa!

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)