Opinião: "Tudo é Possível" de Elizabeth Strout

Comecei a ler este livro algo entusiasmada, pois tinha lido "O Meu Nome é Lucy Barton" e adorei. E o género mantém-se: a dissecação das emoções que uma pessoa sente ao tentar compreender-se a si e aos que a rodeiam. Algo em que Elizabeth Strout se tornou mestre. No entanto, e ao contrário do primeiro, não consegui ligar-me à narrativa. Talvez por não haver um fio condutor como no outro livro, e cada capítulo ser praticamente uma história separada. Ou talvez, como tantas vezes: livro certo, altura errada.

Bem, em "Tudo é Possível" a autora dedica-se a contar as histórias de algumas pessoas da mesma vila de Lucy Barton, incluindo as dos seus irmãos. É interessante regressar à vila de Amgash no Illinois, uma pequena vila no interior dos EUA, e reconhecer nalgumas daquelas pessoas, personagens que figuraram no livro de Lucy, nas suas recordações de menina, e nas conversas com a mãe.

Neste livro, cada capítulo é dedicado a uma personagem (ou família). Simultaneamente são abordados diversos temas como a pobreza extrema, a educação (ou a falta dela), a diferença de classes sociais, problemas comuns a tantas vilas do interior dos EUA. 

São histórias complexas, muito tristes, algumas quase absurdas... e plenas de melancolia, muita melancolia. O que talvez me tenha condicionado a leitura. Não que eu queira ler livros bonitinhos e cor-de-rosa. Não. Apenas não gostei do sabor com que fiquei na boca. Um travo agridoce. 

Mas é uma leitura que fica. Sem dúvida que fica. E deixa-me querer ler mais livros de Elizabeth Strout.


Deixo-vos a sinopse:

Depois do sucesso de O Meu Nome É Lucy Barton, Elizabeth Strout regressa com um mosaico delicado da vida de todos os dias, um retrato íntimo das pessoas comuns que tentam entender-se e entender os outros, esforçando-se por ultrapassar o sempre crescente abismo entre o desejar e o ter.

Lançando um olhar sobre as ambiguidades e ambivalências da alma humana, Tudo É Possível é um hino à sensibilidade e à compaixão.

0 comentários:

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

Um dos melhores do ano!

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva
Leu o livro? Viu a série? O que espera para ler a sequela? Um final surpreendente para Gilead, e uma obra incrível vencedora bem merecida do Booker Prize.

Uma leitura obrigatória!

Uma leitura obrigatória!
“Moyes dá vida a um pedaço da história muitas vezes esquecido. (…) Uma carta de amor ao poder dos livros e da amizade.” Kirkus Review

Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)