Em destaque: "No Anexo" de Sharon Dogar

Como terá sido viver isolado com Anne Frank?
Apaixonar-se por ela e depois sofrer uma separação brutal?

Sharon Dogar traz-nos a incrível história do rapaz que amou Anne Frank, o livro "No Anexo".

Sinopse:
“Estou com medo. Com medo de cair e não conseguir parar. Com medo de nunca vir a fazer amor com uma rapariga. Com medo de ser cobarde. Com medo de estarmos encurralados. Com medo de podermos ser apanhados. Com medo de que seja o meu fantasma que ali está parado, à minha espera ao fundo das escadas. Que seja só isto – tudo o que resta da minha vida.”

Petervan Pels e a família estão escondidos com os Franks, e Peter vê tudo com um olhar diferente. Como será ser-se obrigado a viver com Anne Frank? Odiá-la e depois dar por si apaixonado por ela? Saber que se é tema do seu diário dia após dia? Como será ficar sentado à espera, olhar por uma janela enquanto outros morrem e desejar estar a combater?
O diário de Anne termina a 4 de Agosto de 1944, mas, nesta história imaginada, a experiência de Peter continua para além da traição e chega aos campos de extermínio nazis.
“Está aí alguém?”, pergunta ele. “Está alguém a ouvir?”
Nós devíamos estar.

Sobre a autora:
Sharon Dogar nasceu em Liverpool, no ano de 1962. É psicoterapeuta de crianças e vive em Oxford com a família. Descobriu o diário de Anne Frank quando era criança e, de novo mais recentemente, quando a filha começou a lê-lo.
Durante a pesquisa e a escrita deste livro, a autora passou várias horas a absorver a atmosfera do Anexo.
Este é o seu terceiro romance para jovens-adultos, que segue os títulos Waves (2007) e Falling (2009).

Sobre O Diário de Anne Frank:
O diário de Anne Frank, escrito entre 12 de Junho de 1942 e 1 de Agosto de 1944, durante a II Guerra Mundial, tem uma importância vital para a nossa história. Conta-nos com algum pormenor como foi viver escondido durante a ocupação nazi e “a limpeza na Holanda”.

O conjunto de relatos, que recebeu o nome de Diário de Anne Frank, foi publicado pela primeira vez em 1947 e é considerado um dos livros mais importantes do século XX. No passado mês de Setembro foi lançado o Diário completo, uma nova edição que traz na íntegra o diário de Anne Frank, com todos os trechos que o seu pai cortou para a publicação de 1947, já tão conhecida e lida pelo grande público. É comovente descobrir que mesmo no contexto tenebroso do nazismo e da guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer lugar e tempo. Anne Frank registou admiravelmente a catástrofe que foi a Segunda Guerra Mundial. O seu diário está entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa terna e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.

Eleanor Roosevelt descreveu-o como “um dos maiores e mais sábios comentários, sobre a guerra e o seu impacto no ser humano, que jamais li”.

Hillary Rodham Clinton, no seu discurso para os Humanitarian Awards em 1994, leu o diário de Anne Frank e relacionou-o com acontecimentos contemporâneos como os ocorridos em Sarajevo, Somália e Ruanda.

Sharon Dogar acredita que eles tiveram uma relação, que ele gostou dela … e você, quer formar uma opinião pessoal e voltar a reviver esta história?

0 comentários:

Gostei tanto deste livro!!

Gostei tanto deste livro!!

Mais um livro excecional!

A não perder!

Para os que gostam de thrillers...

Novo livro de Lesley Pearse!!

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)