Em destaque: "Cozinha d'Amigos" de Miguel Sousa Tavares

«Na cozinha, como na escrita, é necessário ter medo dos adjetivos: quanto mais simples e menos complicado, melhor!» 

A Oficina do Livro publicou esta semana um novo livro de Miguel Sousa Tavares: Cozinha d’Amigos, um livro sobre a evidência da cozinha, sobre a superioridade da cozinha natural, simples e de amigos, sobre a famigerada cozinha de autor, em que quem cozinha é sempre mais importante do que os produtos que usa.

Cozinha d’Amigos reflecte a filosofia dos homens-cozinheiros domésticos da geração dos Beatles, que aprenderam a cozinhar, sem pretensão alguma, e reflecte, também, o gosto e a filosofia de alguém que se habituou a «trabalhar» (como dizem os cozinheiros) com aquilo que Portugal tem de melhor e, às vezes, único: o peixe e o marisco, a caça e o porco, as ervas, o azeite, as batatas – e a não complicar. 

Cozinha d’Amigos transmite o gosto de Miguel Sousa Tavares por «cozinhar por prazer, para os amigos, para a mulher que ama e até mesmo só para si». Em Cozinha d’Amigos redescobrimos a importância e o fascínio de comprar o que é bom e que só se encontra nos belos e tradicionais mercados portugueses e evitar o supermercado, onde, como diz o escritor, «nada sabe ao que é suposto ser». Cozinha d’Amigos é um pouco a memória das horas, dias, anos, passados a cozinhar sozinho e contra a solidão ou para uma mesa cheia amigos do coração.

Por fim, Cozinha d’Amigos é um livro que existe porque o seu autor acredita que a cozinha é uma arte, que aproxima os amigos, que reúne a família, que dá um sentido à casa e às coisas do mundo. Que nos aproxima do mar, da terra, das árvores, da felicidade. Tem receitas, claro: umas do escritor, outras de amigos, outras do domínio público. Mas tem mais (ou menos) do que apenas receitas: tem também o registo dos tiques e hábitos do autor na cozinha, das manias, das teorias e até dos estados de alma – «os quais, todavia, sempre variam mais depressa do que o tempo que demora a deixar estragar um refogado». 

Prefaciado por José Manuel Barata-Feyo e com fotografias de José Pedro Monteiro, Cozinha d’Amigos é um livro bem ao estilo de Miguel Sousa Tavares: revelador, emocionante, provocador.
A cada uma das 33 receitas corresponde uma boa história, uma viagem ou uma memória. As receitas são, como se lê, «todas simples, ao alcance de qualquer um». A parte do livro que lhes é dedicada está repartida entre receitas de Primavera/Verão e Outono/Inverno. Da simples “Sopa de meloa” ao “Peru de Natal”, o livro visita pratos diversos que passam pelos salmonetes grelhados – e pelas regras para os grelhar na perfeição -, pelo “Cantaril no forno à Sophia”, o “Spaghetti de Santola” e por muitas receitas de caça.  Ou, como escreve na introdução Miguel Sousa Tavares, Cozinha d’ Amigos, «não é bem um livro de cozinha, mas um livro de memórias de cozinha, de dias passados na cozinha.»

Cozinha d’Amigos
de Miguel Sousa Tavares
PVP 24,40 €
128 págs.

Em breve partilharei opinião (e alguma experiência) sobre este livro! ;)

0 comentários:

Mais um livro excecional!

A não perder!

Para os que gostam de thrillers...

Novo livro de Lesley Pearse!!

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

Uma história maravilhosa!

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)