Opinião: "Os Sobreviventes" de Alex Schulman

Comecei esta leitura com alguma curiosidade. Tratava-se de um autor sueco, já com quatro livro publicados, sendo Os Sobreviventes o seu primeiro livro de ficção. Segundo o seu booktrailer, percebemos que algo aconteceu na infância daqueles três irmãos, que mudou a forma como se relacionavam. Um deles questionava-se "O que nos aconteceu?". E clic, fui apanhada.

A forma como a história está contada é algo original. Existem duas linhas temporais (até aqui, nada de novo), mas uma segue para a frente e a outra para trás. Parece confuso, dito assim. Mas não é. Acaba até  por ser muito interessante, e a meu ver contribui para o aumento da intensidade da curiosidade do leitor.

A família que nos é apresentada neste livro aparenta uma normalidade algo estranha. Age como se fosse normal, mas quem os vê apercebe-se de imediato que há algo que não bate certo. Os pais parecem não tomar bem conta dos filhos. São sem dúvida uma família disfuncional, com abuso, violência e, estranhamente, também amor. 

Alex Schulman escreve de uma forma bastante realista, pelo que é de desconfiar que poderá ter-se baseado em experiências próprias. A forma como ele transmite o medo de uma criança, é arrepiante. Como não conheço a sua escrita não vos sei dizer se escreve com conhecimento de causa, ou se apenas consegue transmitir os sentimentos infantis muito bem.

Ao fim e ao cabo é uma história um estranha, sobre uma família danificada por um evento. Não é uma leitura feliz - tem a habitual densa sombra negra sueca a rodear toda a ação. Mas está muito bem escrito, e toca nas teclas certas, no momento certo. Acabou por ser uma experiência algo intensa e interessante. Gostei.

0 comentários:

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

Um dos melhores do ano!

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva
Leu o livro? Viu a série? O que espera para ler a sequela? Um final surpreendente para Gilead, e uma obra incrível vencedora bem merecida do Booker Prize.

Uma leitura obrigatória!

Uma leitura obrigatória!
“Moyes dá vida a um pedaço da história muitas vezes esquecido. (…) Uma carta de amor ao poder dos livros e da amizade.” Kirkus Review

Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)