Opinião: "O Livro dos Amigos Perdidos" de Lisa Wingate

Este é um livro inspirado em eventos reais. O Livro dos Amigos Perdidos poderá não ter existido, mas existiram os anúncios dos Amigos Perdidos, em jornais do Sul dos EUA após a Guerra Civil, onde escravos recentemente livres procuravam membros das suas famílias e amigos que haviam sido vendidos. Esses anúncios eram muitas vezes lidos no púlpito das Igrejas ao domingo, para que a mensagem chegasse a toda a população. 

Lisa Wingate, que já conhecemos de outro livro igualmente interessante (Antes de Sermos Vossos), mostrou-se à altura de mais uma história pungente e poderosa. Ela salta entre séculos ao contar a história de três jovens mulheres (uma ex-escrava, a filha do dono de uma plantação, e a filha mestiça desse mesmo homem) e a história de uma jovem professora que tenta cativar os seus alunos para a leitura, através da História dos antepassados deles. Ambas as histórias passam-se no mesmo local.

Por vezes, nestes livros que saltitam entre épocas, acabamos por gostar mais de uma história do que de outra. Neste, porém, isso não me aconteceu. Gostei igualmente, e muito, de ambas. No final de cada capítulo apetecia-me saltar o próximo para continuar a história. Mas depois no seguinte, sentia exatamente o mesmo. 

Esta autora é exímia no que diz respeito à organização da história. Em altura nenhuma ficamos confusos, ou sentimos que lemos algo que não faz sentido ali. Não. Está sempre tudo certo, no local correto.

As personagens estão muitíssimo bem delineadas, cumprindo a sua função na perfeição. Há as que adoramos, como Hannie, a pequena ex-escrava, e a professora Bennie, e as que detestamos como a Menina e a Senhora da casa. Mas elas existem porque só assim a história faz sentido.

No final a autora dedica um capítulo à explicação histórica dos anúncios Amigos Perdidos. É algo muito interessante que gostei imenso de descobrir. Mais um facto que desconhecia da História dos EUA.

Quem for ler este livro não se irá arrepender. É garantida uma história muitíssimo interessante, com nuances brutais, que nos mostra um pouco do que foi a vida para os escravos libertados nos EUA do pós Guerra Civil, e como hoje em dia ainda permanece um outro tipo de segregação, a de classes económicas. Muito, muito bom!

0 comentários:

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

O Regresso de Isabel Allende

O Regresso de Isabel Allende
Uma viagem maravilhosa.

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial
Espreite a minha opinião e decida-se finalmente a ler os livros de que todos falam.

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?
Maria Dueñas, a autora, é uma verdadeira contadora de histórias. Encanta-nos, quase que nos hipnotiza, e leva-nos de mão dada até lugares e situações longínquas no tempo. - Fernanda Carvalho de "As Leituras da Fernanda"

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.
Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)