"Por Favor Não Matem a Cotovia" de Harper Lee

Acho que partilho com alguns de vós a vontade de ler determinados livros, que pela sua importância foram um marco na literatura mundial.

A essa lista, que não tenho escrita em lugar nenhum, e que está em constante actualização na minha cabeça, chamo de lista dos MR (Must Read – Tenho que Ler).
Este livro, “Por Favor Não Matem a Cotovia” constava nessa lista. E sinceramente, se existem livros que valem mesmo a pena ler, este é um deles!

É um livro poderoso, que leva o leitor a tomar partido, a pensar e a repensar as suas opiniões. É um livro que nos deslumbra, pela simplicidade como está escrito, narrado por uma criança de 9 anos, mas que ao mesmo tempo nos toca pela sua intensidade, e nos faz olhar para o mundo de uma forma ligeiramente diferente.

Adoro o título. “Por Favor Não Matem a Cotovia” (em inglês “To Kill a Mockingbird”). A meio do livro entendemos como foi perfeita a escolha deste título. A cotovia simboliza a inocência, e como tudo o que é puro e inocente, é um pecado matar.

Não me alongo mais na minha opinião, pois acho que já muito se escreveu sobre este livro e muito se há-de escrever. Reafirmo apenas que se ainda não leram o “Por Favor Não Matem a Cotovia”, sigam por favor para a próxima livraria ou biblioteca. ;)

Deixo apenas aqui algumas curiosidades que achei interessantes:

- “To Kill a Mockingbird” foi publicado pela primeira vez há 50 anos (em 1960). Foi galardoado no ano seguinte com o Prémio Pulitzer e tornou-se instantaneamente num sucesso, sendo considerado um clássico da literatura moderna norte-americana e um dos melhores romances do séc. XX.

- Curiosamente foi o único livro de Harper Lee, que como escritora apenas publicou um ou outro texto em revistas. Apesar disso, em 2007 foi-lhe atribuída a Medalha Presidencial da Liberdade, pela sua preciosa contribuição para a literatura norte-americana.

- Tanto as personagens como o próprio enredo foram, segundo a autora, inspirados nas observações que fez da sua família e vizinhos, bem como num evento que ocorreu na sua cidade natal em 1936, quando ela tinha 10 anos.

- Em 1962 a Paramount Studios apostou neste livro para se lançar na produção de um filme do mesmo nome. Arrecadou três Óscares no ano seguinte:
Melhor Actor (Gregory Peck)
Melhor Direcção Artística
Melhor Argumento Adaptado
Foi também nomeado para mais cinco Óscares, incluindo Melhor Actriz Secundária. O filme foi um sucesso de bilheteira, fazendo mais de $20 milhões contra os $2 milhões de orçamento.

- Este livro faz parte do nosso Plano Nacional de Leitura Livro recomendado para os 7º, 8º e 9º anos de escolaridade. :) Esperemos que os nossos jovens o apreciem.

Sinopse:
Durante os anos da Depressão, Atticus Finch, um advogado viúvo de Maycomb, uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos, recebe a dura tarefa de defender um homem negro injustamente acusado de violar uma jovem branca. Através do olhar curioso e rebelde de uma criança, Harper Lee descreve-nos o dia-a-dia de uma comunidade conservadora onde o preconceito e o racismo caracterizam as relações humanas, revelando-nos, ao mesmo tempo, o processo de crescimento, aprendizagem e descoberta do mundo típicos da infância.
Recentemente, alguns dos mais importantes livreiros norte-americanos atribuíram grande destaque ao livro, ao elegerem-no como o melhor romance do século XX.

2 comentários:

Célia on 3/1/12 disse...

Este ano também adquiri este livro, pois tinha uma enorme curiosidade em o ler(não sei bem porquê)e também o adorei!

Anónimo disse...

Acabei de ler o livro e é definitivamente um dos meus favoritos, só perdendo para o "Monte dos Vendavais". O enredo é completamente cativante e eu sei que um livro é bom quando fico muitos minutos a contemplar a ultima frase, tentando absorver tudo o que recebi dele. E isso aconteceu, sem duvida.

Gostei tanto deste livro!!

Gostei tanto deste livro!!

Mais um livro excecional!

A não perder!

Para os que gostam de thrillers...

Novo livro de Lesley Pearse!!

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)