" A Casa dos Dias Felizes" de Nancy Thayer

Sendo filha única e vinda de uma família pequena e já muito envelhecida, sempre imaginei como seria fazer parte de uma família enorme, com outros irmãos e irmãs e imensos primos e primas, tios e tias e avós em cujo colo me podia sentar e contar os meus segredos, sabendo que podia contar com um amor incondicional para além de um ombro amigo.
Mas as famílias idílicas não existem. Das mais simples às mais complexas, as relações familiares são sempre complicadas. E a única coisa que nos pode salvar, é o amor.

Este livro conta-nos exatamente a história de uma família grande e complicada que costuma a passar as suas férias de verão em conjunto, na casa de família em Nantucket.
Os verões acabam por ser divertidos e cheios de peripécias, uma vez que a etiqueta e o bom senso dita que certos sentimentos não sejam divulgados, e certas atitudes perdoadas.
Este verão aparentemente não foge à normalidade, no entanto certas situações acabam por sair fora de controlo e ameaçar a aparente paz familiar.

A ação é marcada pelo temperamento e atitudes de cada uma das personagens e garanto-vos não há um único momento de inatividade. Embora cada personagem tenha o seu lugar, cada uma com os seus problemas e uma ou outra questão a resolver, três personagens se destacam: Nona, a matriarca da família, Helen, a sua nora e Charlotte, a sua neta - cada uma delas com um grande dilema para resolver.
E é a própria matriarca da família, com os seus 90 anos e as recordações de importantes acontecimentos do passado, que marca o ritmo do desenrolar da história. Adoro esses saltos temporais que acabam por explicar tão claramente a maneira de ser de certos membros da família. E não é sempre assim? Os segredos que se escondem no passado acabam por ser os que resolvem os problemas no presente?

De entre várias, há uma palavra em particular que para mim define este livro: fascinante.
Gostei imenso de me ver envolvida nesta trama familiar e apesar de todas as confusões e conflitos que acabam por se resolver, continuo a desejar ter nascido numa família algo parecida com esta.
“A Casa dos Dias Felizes” é o título apropriado para este livro cuja deliciosa leitura não devem perder.

Para mais informações podem espreitar aqui ou visitar o site do Clube do Autor ou o blog da Chancela Noites Brancas.

0 comentários:

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

O Regresso de Isabel Allende

O Regresso de Isabel Allende
Uma viagem maravilhosa.

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial
Espreite a minha opinião e decida-se finalmente a ler os livros de que todos falam.

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?
Maria Dueñas, a autora, é uma verdadeira contadora de histórias. Encanta-nos, quase que nos hipnotiza, e leva-nos de mão dada até lugares e situações longínquas no tempo. - Fernanda Carvalho de "As Leituras da Fernanda"

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.
Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)