Opinião: "A Padeira de Aljubarrota" de Maria João Lopo de Carvalho

No passado fim de semana tive o prazer de estar presente na apresentação do novo livro de Maria João Lopo de Carvalho, "A Padeira de Aljubarrota", na FNAC de Cascais. E devo dizer-vos que esta senhora é um verdadeiro espetáculo! Apareceu sózinha, ligeiramente atrasada como é da praxe, e em 2 minutos, talvez nem tanto, conquistou a plateia que ali se encontrava deixando-nos suspensos nas suas palavras.
O seu entusiasmo e amor por Portugal, que é também notório na sua escrita, transparecia, e saímos dali a transbordar de orgulho deste nosso pequeno e belo jardim à beira mar, e com um coração cheio de esperança, que o mesmo povo que em 1385 lutou e venceu, volte a lutar e a ultrapassar a atual crise.

Sobre "A Padeira de Aljubarrota" que me acompanhou durante a última semana, tenho a dizer que é um livro maravilhoso. Escrito de forma soberba, leva-nos a conhecer Portugal na Idade Média, e a acompanhar de perto os eventos que tiveram lugar durante o reinado de D. Fernando I, o Formoso, e a crise política que se lhe seguiu, culminando com a ascenção ao trono de D. João I, o Mestre de Avis.

O livro está por assim dizer dividido em duas partes, capítulo sim, capítulo não, é-nos apresentada a história de uma Beatriz - Brites de Almeida (Brites era a forma arcaica de Beatriz), a mulher que se julga ter transformado em lenda com o nome de Padeira de Aljubarrota. Nos capítulos intercalares, outra Beatriz nos surge - a jovem Beatriz de Portugal, filha de D. Fernando e D. Leonor Teles, casada com o Rei de Castela após uns quantos noivados, e que do alto dos seus 11 anos nos conquista o coração, com as suas tiradas infantis e tão inocentes.

Adorei esta leitura, não só, porque aprendi imenso mas também porque a forma como a Maria João escreve é extremamente envolvente, levando-nos a ler quase de uma só assentada as 584 páginas do livro. Isto é uma grande valia para quem escreve romances históricos. Poucos autores têm esta habilidade! Está visto que vou ter de ler o "Marquesa de Alorna"...

Bem haja, Maria João, por partilhar connosco o seu amor por Portugal, inspirando-nos com o nosso próprio passado! E obrigada também por esta tão simpática dedicatória. ;) Adorei conhecê-la!


1 comentários:

Maria João on 6/12/13 disse...

Oh... Andei a "controlar" os lançamentos deste livro e deixei passar este tão perto de mim. Agora fiquei triste...

Que sorte a sua Fernanda!

Beijinhos e boas leituras,
Maria João
abibliotecadajoao.blogspot.pt

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Sveva Casati Modignani

Paulo Coelho está de volta!

Jojo Moyes - novo livro!

A não perder...

Novo livro

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2016 Blogger Template (Adapted by Fernanda)