Opinião: "Madre Paula" de Patrícia Müller

Desde sempre que adoro histórias sobre amores proibidos, condenados à partida por inúmeras razões, mas que mesmo assim teimam em tentar sobreviver, nem que apenas por algum tempo.
Este é um desses exemplos. Uma história verídica da nossa História de Portugal: o amor proibido entre uma jovem freira do Mosteiro de Odivelas e o Rei-Sol, D. João V, o Magnânimo.

Naquela época, ao que parece não era um caso insólito, essas aventuras ilícitas entre nobres e freiras, e nem mesmo o rei escapava a essa tentação. O que diferencia este amor dos outros que supostamente o rei manteve antes e depois de Paula, é a cumplicidade que havia entre eles. Ambos possuidores de uma personalidade forte, chocavam-se mas simultaneamente complementavam-se, e estou certa que, caso o destino tivesse sido diferente, Paula teria dado uma rainha excecional.

«Para o mundo ela era apenas uma freira. Mas para El Rei ela era uma rainha.»

Sobre a escrita da autora que não conhecia, Patrícia Müller, tenho a dizer que me conquistou verdadeiramente. Soube narrar, sem intervir. Soube captar a nossa atenção e capturar o nosso coração para este amor impossível. E acima de tudo, conseguiu um feito que a meu ver é extraordinário: as cenas que poderiam ser apelidadas de mais quentes, ela narra-as sem emoção, de uma forma quase clínica, o que para pessoas que como eu não apreciam esse tipo de romances é fantástico. Caso contrário, poderia acontecer tornar-se num livro desse género.

Fiquei fã de Madre Paula, que filha de um pobre ourives foi aos 15 anos enviada para um Mosteiro, onde soube gerir a sua vida e a da sua irmã, usando as ferramentas que lhe foram dadas.
O meu pecado? Traí Deus com um homem. Um rei. Tivemos um filho, prova viva da minha culpa. Não choro, não me arrependo. Que falem, experimentem viver atrás das grades, reclusos num palácio de ouro. Nascessem pobres, mal tendo o que comer, chegassem a amar a ponto de não poderem saber se estão vivos ou mortos. Saberiam o que é caminhar nos meus sapatos e poderiam ensaiar todos os julgamentos do mundo.

Recomendo sem hesitações! E merece sem dúvida as minhas 5*!

Para mais informações sobre este livro, espreitem aqui.

1 comentários:

Unknown on 11/9/14 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

O Regresso de Isabel Allende

O Regresso de Isabel Allende
Uma viagem maravilhosa.

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial

A fabulosa Tetralogia Napolitana - Amiga Genial
Espreite a minha opinião e decida-se finalmente a ler os livros de que todos falam.

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?

O que espera por ter estes dois livros na sua estante?
Maria Dueñas, a autora, é uma verdadeira contadora de histórias. Encanta-nos, quase que nos hipnotiza, e leva-nos de mão dada até lugares e situações longínquas no tempo. - Fernanda Carvalho de "As Leituras da Fernanda"

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.

"Gente Feita de Terra" - o último livro de Carla M. Soares.
Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)