"A Improbabilidade do Amor" de Hannah Rothschild (opinião)

Um dos comentários que se lê na capa deste livro: “Um livro perfeito.” E devo confessar, assim que cheguei ao final, soube que ía subscrever essa opinião.
“A Improbabilidade do Amor” é um livro completo. E sim, perfeito.
Ele é suspense, intriga, crime, romance, críticas ao exuberante mundo do "Jet Set", críticas ao mundo da arte, aventuras culinárias de uma chef inspiradíssima e uma viagem através dos séculos pela mão dos vários proprietários de um quadro do século XVII. E vem com bónus extra! Que não posso revelar para não vos estragar a leitura, mas que aumenta exponencialmente o interesse no enredo.

Foi logo no segundo capítulo que conheci um dos principais protagonistas desta história: um pequeno quadro, de 45 x 60 cm intitulado de A Improbabilidade do Amor. 
Ele é sem dúvida uma das personagens mais interessantes desta história. Snob até mais não, é ele que nos vai contando a sua própria história, as mãos por quem passou, os corações que arrebatou. Simultaneamente, vai fazendo comentários sobre o que se passa à sua volta e sobre a história que estamos a ler. É possuidor de uma perspicácia extraordinária e de uma língua sem pudor, fatores que o tornam na minha personagem favorita.

Este quadro especificamente não existiu na realidade, foi inventado pela autora, mas inspirado, no entanto, nos diversos quadros da mesma época pintados por Jean-Antoine Watteau, um pintor francês do séc. XVII / XVIII percursor do movimento rococó, que se destacou pelas suas pinturas de temas galantes e pastorais inspirados na commedia dell'arte (forma de teatro popular).
Aqui fica um dos seus quadros para que tenham uma ideia...



A história está tremenda e muito bem conseguida, e apesar de ter inúmeras personagens, cada uma com as suas intervenções na trama, a autora não nos deixa perder o fio à meada. Adorei!

Para mim, Hanna Rottschild não foi apenas a autora deste livro. Ela foi a encenadora de uma peça de teatro complexa, divertida e intrigante, pois é assim que nos sentimos ao ler "A Improbabilidade do Amor". Adorei ser “espectadora” desta peça grandiosa e entusiasmante.

Para mais informações podem espreitar aqui.

1 comentários:

Willma Dantas on 18/12/15 disse...

Apesar desse não ser um livro que faça muito o meu estilo eu simplesmente fiquei encantada pela forma como você o descreve e fala dele e com MUITA vontade de ler por isso, hahaha, parabéns, de verdade!
Estou seguindo e amando o blog <3
Beijos.
Tenho um blog no qual falo sobre filmes, series e cultura no geral. Se puder dar uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com/ :)

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Sveva Casati Modignani

Paulo Coelho está de volta!

Jojo Moyes - novo livro!

A não perder...

Novo livro

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2016 Blogger Template (Adapted by Fernanda)