À Conversa com... Dorothy Koomson na Feira do Livro de 2016

Uma vez mais, e com o gentil apoio da Porto Editora, estive com uma das minhas autoras favoritas - Dorothy Koomson, autora de livros como "A Filha da Minha Melhor Amiga", "A Praia das Pétalas de Rosa" ou o seu novo livro, "Um Novo Amanhã" (opinião muito em breve!).

Fiquei radiante quando percebi que ela ainda se lembrava de mim, pois há dois anos também estive à conversa com ela, também na Feira do Livro.


E que vos posso dizer da conversa desta vez? Bem, para já o facto de poder estar com ela, uma das minhas autoras favoritas, ver os meus livros autografados e simplesmente falar sobre as suas histórias é algo absolutamente fantástico. Acredito que muitos de vós, que já tenham passado por esta maravilhosa experiência, sabem do que estou a falar. :)


A Dorothy é extremamente simpática e acessível. Um doce de pessoa! Adorei poder trocar algumas impressões com ela. Aqui fica um registo da nossa conversa:

FC - Parece-me que houve uma evolução nas suas histórias desde há 4 ou 5 livros atrás. Deixaram de ser apenas histórias poderosas sobre as relações entre as pessoas e acrescentou-lhe um ou outro factor, como um crime, por exemplo.  Confirma?
DK - Sim. De facto desde "Um Erro Inocente" que passei a desenvolver outros temas para além do principal. Normalmente há um crime, ou algo relacionado, por detrás. Daí que os meus livros sejam apelidados de Thriller Romântico.

FC - Sobre as personagens dos seus livros, elas continuam a existir depois do livro terminado?
DK - Sim. Elas continuam a viver na minha cabeça. A vida delas continua. Mas só na minha cabeça.
FC - Não há hipótese de algum dia voltarem a saltar para o papel? Para uma espécie de sequela?
DK - Julgo que não. As minhas personagens já passam por muitas dificuldades na sua primeira história. Não era justo para elas fazê-las passar por mais.

FC - Uma das características nos seus livros é que uma das personagens principais é sempre uma mulher negra. Acho muito interessante e por vezes no início da leitura dou por mim a tentar descobrir qual é. Aposto que para si é uma peça importante quando constrói uma história, certo?
DK - Sem dúvida. Uma das minhas personagens principais dos meus livros há-de ser sempre uma mulher negra. Acho importante, pois tirando livros temáticos, não existem muitas personagens negras nas histórias sobre a vida comum. E é uma característica dos meus livros, sim.

FC - É verdade que nunca encontrou ninguém a ler um livro seu?
DK - Sim! Por incrível que pareça, farto-me de ver pessoas a ler, mas nunca encontrei ninguém a ler um livro meu.
FC - Então tem de passear mais por Lisboa. ;)

FC - Falando em Lisboa, julgo que foi no livro A Praia das Pétalas de Rosa que mencionou uma das suas personagens principais tinha viajado até Lisboa.
Será que não considera incluir Portugal de uma forma mais visível numa futura história?
DK - Sim, sim, é verdade! E sim, talvez, quem sabe. Já vim cá por diversas vezes e Lisboa é uma cidade que me agrada imenso.


Obrigada Dorothy, pela sua simpatia e disponibilidade!
Fez o meu coração de leitora brilhar de alegria.



Tradução para inglês / English Translation:

Once again, and with the kind support from Porto Editora, I was able to meet again one of my favorite authors, Dorothy Koomson, author of books like My Best Friend’s GirlThe Rose Petal Beach or her latest and her latest, When I Was Invisible (review soon).

I was amazed when I realized that she also remembered our last conversation, two years ago, also at Lisbon's Book Fair.

And what can I tell you about the conversation we had this time?
Well, it was just amazing to be with her, one of my favorite authors, to have my books signed, and simply to talk with her about her wonderful stories.
I’m sure that all of you who has had an opportunity like this, knows what I’m talking about. :)

Dorothy is an extremely nice person and very accessible. A sweet sweet person! I just loved having this conversation with her. Here’s a short resume of what we talked about:

FC – It looks that there has been an evolution in your writing, starting 4 or 5 books ago. They are not “just” powerful stories about relationships, difficult relationships. You’ve added an extra ingredient, didn’t you? Usually a crime of some sort… Do you confirm?
DK – Yes, in fact since The Ice Cream Girls, I started to develop other themes beyond the main theme. Usually there’s a crime, or something similar behind it. Thar is why I believe my genre is now called as Romantic Thriller.

FC – About the characters in your books, do they continue to exist after the book is finished?
DK – Yes they do. In my head to go on with their life.
FC – There’s no chance that they came back again in a sequel maybe?
DK – I don’t think so. No. I believe that they have been through so much that it’s not fair to put them through more suffering.

FC – One of the things I believe to be a characteristic in your books, is the fact that one of the main characters is always a black woman. I think this is very interesting, and I usually find myself trying to find out which one it is when I’m starting a new book of yours. I bet this is very important to you when you’re building up a story, right?
DK – No doubt about it. One of the main characters in my books is and always will be a black woman. And I think this is important because there aren’t those many books with black characters. Except thematic ones, of course. So this is an important characteristic in my books.

FC – Is it true that you never met anyone reading one of your books?
DK – Yes! As amazing as it seems, I’m always finding people reading, but I never found out one that’s reading one of my books.
FC – Well, you should walk around Lisbon, then. :)

FC – Speaking about Lisbon, I noticed that one of your characters in the Rose Petal Beach mentioned a trip to Lisbon. I wonder if you will consider to include a more visible Portugal in one of your future stories?
DK – Yes it’s true! I’ve been here for a couple of times and just adore Lisbon. So who knows?


Thank you Dorothy for your kindness and availability. You just made my reader’s heart to glow with joy!

0 comentários:

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Sveva Casati Modignani

Paulo Coelho está de volta!

Jojo Moyes - novo livro!

A não perder...

Novo livro

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2016 Blogger Template (Adapted by Fernanda)