"Rosie e os seus Maravilhosos Óculos Coloridos" de Brianna Wolfson (opinião)

De tempos a tempos há um livro especial que me toca um pouco mais profundamente. Que me faz querer mais. Que me coloca um brilho nos olhos e um sorriso nos lábios, mesmo quando uma ou outra lágrima me escorrem pelo rosto. Este, meus caros, é um desses livros.

Assim que “conheci” Willow soube que ela me ía partir o coração. E fê-lo. Ela é uma das personagens mais lindas, ternurentas e poderosas com que me deparei até hoje. E a história da sua família é igualmente maravilhosa, dilacerante e infelizmente, muito comum. Três palavras me vêm à ideia para descrever este livro: ternura, amor e compaixão. Coisas que por vezes nos faltam no dia-a-dia, não concordam?

Willow, de 11 anos, junto com o seu irmão Asher, de seis, estão no cerne desta história e a forma como a autora nos conta o que aconteceu na vida destes dois pequenos irmãos é verdadeiramente original. O relato acontece sempre na primeira pessoa e a narração vai alternando entre Willow, no presente, e o pai e a mãe, no passado, até coincidirem no tempo. Gostei destes saltos temporais que aos poucos nos vão explicando a história. E também das versões dos acontecimentos vistas pelos dois ou três pontos de vista. Muito original!

Os pais de Willow e Asher estão atualmente divorciados e os seus mundos chocam de tal forma que faz estremecer profundamente a jovem e sensível Willow. O mundo da mãe, Rosie, é vibrante como ela, pleno de amor, gargalhadas, diversão, doces e vida. Já o mundo do pai, Rex, é feito de regras, de obrigações, de caras sérias e trabalhos de casa. Não há equilíbrio em nenhum deles. E até Willow se admira como duas pessoas tão diferentes puderam um dia se apaixonar. Mas o facto é que aconteceu. E o que depois aconteceu é o que muitas vezes acontece na vida real: o peso da realidade torna-se demasiado pesado para uma das pessoas e o encantamento acaba.

Não vos posso contar mais. Terão de ler o livro. E sim, Willow também vos vai partir o coração. É que a sua história, muito mais do que uma história sobre a infância, a maternidade ou a paternidade, é uma história sobre o poder do amor e sobre o quanto por vezes é necessário olharmos para as coisas de outra maneira para conseguirmos sobreviver.

Brianna Wolfson, com este seu livro de estreia que merece as minhas 9 estrelas, ganhou um lugar no meu coração de leitora. Espero que escreva mais histórias para nos encantar.

1 comentários:

Unknown on 7/10/18 disse...

Oh Fernanda... Que livro tão LINDO!!!!!
Estou a adorar!!!
E este é daqueles que queremos ler porque adoramos, mas não queremos que acabe nunca, porque não queremos separar-nos das personagens.. já fazem parte da minha vida...
Nunca deixar-me influenciar por uma das tuas críticas foi tão delicioso!!!
Muito obrigada!
Um beijinho, CarLita

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

ALGUNS DOS TÍTULOS QUE MAIS ME AGRADARAM NOS ÚLTIMOS TEMPOS

Um dos melhores do ano!

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva

Os Testamentos - a sequela de A História de uma Serva
Leu o livro? Viu a série? O que espera para ler a sequela? Um final surpreendente para Gilead, e uma obra incrível vencedora bem merecida do Booker Prize.

Uma leitura obrigatória!

Uma leitura obrigatória!
“Moyes dá vida a um pedaço da história muitas vezes esquecido. (…) Uma carta de amor ao poder dos livros e da amizade.” Kirkus Review

Uma leitura imprescindível!

Leia o livro e depois veja o filme. Uma história verídica a não perder.

O clube de leitura do meu coração.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Marcador

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Círculo de Leitores

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Visualizações de página na última semana

Copyright 2005-2019 Blogger Template Ipietoon (Adaptado por Fernanda Carvalho - a escrever sobre livros desde 2005)