"Até que a Morte Não Vos Separe" de Lincoln Child

Sinopse:
Lewis e Lindsay Thorpe eram a imagem do casal perfeito: jovens, atraentes, feitos um para o outro. Quando os Thorpe cometem um duplo suicídio, soam os alarmes numa torre de Manhattan, sede dos escritórios da Eden Incorporated, uma agência matrimonial de alta tecnologia, com um historial de sucessos sem precedentes. Christopher Lash, um ex-psicólogo forense do FBI, recebe um apelo da agência para que investigue, rápida e discretamente, as duas mortes. Mas, quando outro casal é encontrado morto nas mesmas circunstancias, a administração decide dar ao investigador acesso total à Eden e ao seu espantoso labirinto da inteligência artificial, um complexo tecnológico capaz de dar resposta a todas as expectativas dos clientes da empresa. Mas também passível de correr mal.
 
A minha opinião:
Este é o tipo de livros que normalmente pousam na mesinha de cabeceira do outro lado da cama. ;) Lincoln Child (junto com Douglas Preston) são a dupla maravilha que o meu maridão tanto gosta de ler. Eu confesso, nunca li nada destes autores, mas como não desgosto de um bom policial, ao ler a sinopse deste livro a solo de Lincoln Child, fiquei interessada e lá embarquei nesta aventura.
É realmente um tipo de escrita viciante. Logo nas primeiras páginas senti-me agarrada, e soube que não ía demorar muito até terminar esta leitura.
É uma história interessante, cujo tema central se baseia numa ideia já um pouco explorada, quer na literatura quer no cinema: a inteligência artificial. Mas neste caso, essa inteligência artificial está vocacionada para o emparelhamento de seres humanos, para a criação de casais perfeitos. Correspondências a 100% são extremamente raras, mas a Eden (assim se chama a empresa) conseguiu atingir esse objectivo, e entre os milhares de pessoas cujas uniões foram bem sucedidas, encontram-se 6 super casais, os casais perfeitos.
Quando um desses casais comete duplo suicídio, campainhas de alarme começam a soar. Se é um casal super feliz, perfeito na sua união e vida, como é possível que se tenham suicidado? Para encontrar a resposta a esta pergunta, não como senão nos juntarmos a Christopher Lash, um ex-agente do FBI, psicólogo forense, que inicia uma investigação fascinante e nos leva rumo à obscura e impensável verdade.
Gostei imenso da forma como a história está organizada e parece-me que as personagens são bastante credíveis e bem apresentadas.
Merece as minhas 4*.

2 comentários:

Lariane on 13/2/10 disse...

confesso que não gosto muito de policial, mas às vezes tenho que dar uma chance... bjkas

flicka on 15/2/10 disse...

Bem, vou ter que ler! Houve quem não gostou assim tanto... Enfim, cada uma com a sua opinião!
Bom Carnaval e bjitos

Mais um livro excecional!

A não perder!

Para os que gostam de thrillers...

Novo livro de Lesley Pearse!!

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

Uma história maravilhosa!

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)